17 setembro 2015

Eu não sei quem sou

Eu não tenho uma mãe para me abraçar quando estou triste, minhas irmãs estão longe de mim no dia a dia, meu pai nem sei mais o que pensar. Aprendi a ser solitária, mas eu não gosto de ser solitária. Meus amigos acabaram por não ver tudo o que se passa na minha vida, alguns foram embora e voltaram agora, tentando entender a diferença entre eu e eles. Já tentei me matar duas vezes e outras mil vezes se passou idéias, eu olho fixamente para as bulas de remédios a minha frente, eu enterro minha cara no travesseiro, eu não sei mais nada.

- Viviane Fachini

Nenhum comentário:

Postar um comentário