05 março 2015

Medos . . .





Tenho medo do que eles podem dizer, não ferindo a mim, mas afastando-me de você. Por mim nada importa, se me expulsarem daqui ja estarei preparada. Mas nunca, jamais aceitaria a opção de não te ver mais, pois é ao teu lado que meu coração chega a mil, é em teus braços que quero estar, e posso parecer extremamente exagerada e dramática mas é tu, essa doida que és, que eu quero amar.

- V. Fachini

Nenhum comentário:

Postar um comentário