30 dezembro 2014

Contradição



Preciso de algum modo te dizer, como me enganei, como troquei as palavras e me perdi.
Eu, preciso muito te contar, antes que eu comece a gritar e perca os sentidos mais uma vez.
Como eu gostaria que soubesse, que desde aquele tempo, nao esqueço teu abraço e aquele beijo.
Sim, me lembro, do quanto estava errada, se bastava antes uma conversa, agora preciso de trezentas.  Tudo para lhe dizer, me desculpe você se errei, mas talvez possa você me ajudar a arrumar. Arrumar tudo, nossas conversas,  nosso passado, nosso futuro e quem sabe possamos ser nós e não somente eu e você.
Se identifique por favor e venha, venha comigo e arranque essa escuridão do meu peito,  me chame de sua e me ame. Mas nunca, nunca me deixe partir novamente.

Viviane Fachini 30/12

Nenhum comentário:

Postar um comentário