18 outubro 2014

Sem tempo para registrar



Vivo assim, de lembranças, de noites como essa, onde eu chego a esquecer quem poderia ser.
Em meio a bagunça, risadas, gargalhadas, choros e abraços. Eu construo um mundo de memorias, onde somente eu sou habitante, onde nem sempre tenho uma foto, mas tenho minhas palavras e alguns desenhos irreais que me faz lembrar com perfeição das noites.
Nem preciso fazer algo demais para ficar feliz, as vezes nem preciso de uma bebida ou estar longe. Necessito apenas de uma boa companhia, um bom amigo que vai me ouvir, me ver chorar, me ver bagunçar, pagar alguns micos juntos e dar muita gargalhada de qualquer erro. Não sou e não quero ser normal e convencional. Vou sim gritar, vou sim ficar quieta, bipolar e psicótica, serei tudo, serei eu. Se aceita as consequências, embarque no mundo paralelo e vamos curtir, cantar, virando a noite sem lembrar de nada, esqueça a internet, as pessoas, os problemas. Olhe para mim, pois estou olhando para você, querendo te dizer que não importa o dinheiro ou qualquer outra coisa, o que importa é que o tempo esta passando e permanecer parado não vai fazer com que ele pare também. Então venha, pegue minha mão e vamos curtir só mais essa noite em vão.

Viviane F.S.' 18/10/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário